Publicado por: Eduardo Bezerra | Abril 13, 2010

Espaço para a literatura pernambucana

Conheci Cristiano Ramos no ano de 1997 no momento que entrávamos para o curso de Biomedicina na Universidade Federal de Pernambuco. Mas não, ela nunca seria um biomédico nem que terminasse o curso. Cristiano, juntamente com Manu Amorim, eram as figuras mais deslocadas daquele Centro de Ciências Biológicas. Eu olhava pra eles e já notava que nada do que era dito na sala de aula sensibilizava aqueles dois.

Resumindo a história: os dois escolheram a felicidade de seguir a vocação. Manu se tornou uma psicóloga e sanitarista muito da bem conceituada. Já Cristiano seguiu o caminho da informação e escolheu o jornalismo. Muito cedo se deu bem na profissão. Para quem não liga o nome à pessoa, ele foi durante um bom tempo apresentador e mediador do Opinião Pernambuco, programa de debates transmitido pela TV Universitária todas as noites. Infelizmente, sabe como é TV pública, principalmente universitária e, mais especificamente, da Universidade Federal de Pernambuco.

Agora ele cismou de ser agitador cultural. Vai precisar de paciência e coragem. Nesta terra de escritores encalacrados e fãs de sua própria genialidade, vai precisar de muita meditação transcendental. Mas ele consegue. Tem talento e é enjoado (mais ou menos brincadeira. kkkkkkk).

Sigam o Nota PE e o Laboratório – Literatura & Crítica. Vale a pena. De verdade!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: